BLOG | CERRADO

RASTREABILIDADE DE ALIMENTOS: POR QUE É IMPORTANTE PARA A SUA FAZENDA?

Para garantir alimentos mais seguros, é importante que o produtor rural invista na rastreabilidade de alimentos para ter todas as etapas da cadeia produtiva bem documentadas e transparentes. Veja como implementar.

 

A rastreabilidade de alimentos é um conceito amplamente difundido em toda a indústria, não apenas no setor agrícola, e é responsável por garantir mais transparência para o consumidor final a respeito dos alimentos comercializados. Na teoria, sugere que todo o produto agrícola tenha  informações de sua etapa de produção, processamento e distribuição de forma clara e objetiva.

 

Mas, quais as vantagens práticas para os empreendimentos rurais? Além de estar previsto na legislação, os produtores rurais devem estar atentos quando o assunto é rastreabilidade de alimentos, pois é um passo importante para comercializar os seus produtos.Se o seu processo produtivo é confuso e sem registro das informações, seus consumidores podem ficar com o pé atrás e começar a comprar da concorrência.

 

Por isso, é importante entender o conceito de rastreabilidade de alimentos e como implementar em sua fazenda. Nesse artigo, você vai aprender mais sobre o assunto, as vantagens e  importância para o setor agrícola. Venha conosco!

 

Afinal, o que é rastreabilidade de alimentos?

 

Antes de aprofundar mais sobre o tema, é importante explorar a  definição do conceito. Você já esbarrou na falta  de informações para detalhar o seu processo produtivo? Ou ainda se atrapalha ao organizar os alimentos por lote? A rastreabilidade de alimentos trabalha justamente isso, com ela é possível visualizar todo o caminho que o alimento percorre até chegar à mesa do consumidor.

 

Por ser exigência legal, os produtores rurais precisam seguir todas as normas para monitorar a produção, processamento e distribuição dos alimentos. Dessa forma, é importante documentar todo o processo e organizar as informações de forma clara e transparente, já que o cliente precisa saber exatamente como foi produzido o alimento.

 

O método mais utilizado para isso são os códigos de barra, que são uma sequência específica e intransferível para cada lote, facilitando a identificação do produto. Além disso, temos o QR code e as etiquetas alfanuméricas, que são outras possibilidades que podem ser exploradas para concentrar as informações. 

 

Por que você precisa rastrear os seus produtos?

 

Um dos pilares da segurança alimentar é garantir que os alimentos que são consumidos não causem danos à saúde humana. A rastreabilidade possui um papel fundamental nesse contexto, pois para preservar a segurança é fundamental saber identificar possíveis problemas dentro da cadeia produtiva que precisam ser ajustadas.

 

Os empreendimentos rurais precisam contar com etapas claras, planejamento e organização para que a rastreabilidade possa ser tangível, com informações reais da cadeia produtiva. Dessa forma, dados sobre a colheita, insumos utilizados, armazenamento, transporte e características nutricionais são algumas informações importantes que devem ser fornecidas ao consumidor. 

 

Quanto mais dados relevantes você disponibilizar,  mais claro e otimizado será o processo produtivo adotado na sua fazenda, além de passar confiança e credibilidade para seus parceiros comerciais. Por isso, compilar todas as informações em um só lugar é essencial para tornar a tarefa mais efetiva e evitar que faltem dados para o rastreamento.

 

Quais são os benefícios?

 

A lei de rastreabilidade alimentar foi instaurada em 2018, fornecendo aos brasileiros informações sobre legumes, frutas e demais alimentos consumidos, sustentando a qualidade dos produtos agrícolas, além de ser um importante passo para preservar os direitos dos consumidores. Contudo, não traz benefícios apenas para quem consome, mas também para quem produz, veja as principais vantagens:

  • Transparência entre produtores e consumidores

Até o alimento chegar à mesa dos brasileiros, ele percorre diversas etapas o que pode dar a sensação de que quem produz e quem compra estão separados por uma enorme distância. Contudo, a rastreabilidade chegou para aproximar consumidores e produtores e fornecer dados não apenas dos alimentos, mas também de quem produz,  servindo como uma ponte que conecta toda a cadeia.

 

Dessa forma, o produtor pode atestar a qualidade dos seus alimentos e garantir que todas as etapas de produção estão de acordo com as normas e o consumidor   tem a garantia de que os dados obtidos são verdadeiros e os alimentos são seguros para consumo.

  • Agrega valor ao produto

A qualidade e o preço não são os únicos fatores que pesam na decisão do consumidor em comprar um produto em detrimento de outro. Ao apresentar um processo de produção claro e atestado por meio da rastreabilidade, o produtor agrega valor ao seu alimento, sendo mais fácil fechar novas parcerias comerciais.

  • Aprimora as etapas de produção

Com uma visão mais clara da cadeia de alimentos, o empreendedor rural consegue visualizar melhor o que precisa ser aprimorado para garantir maior rendimento e eficiência para o negócio rural. Com isso, é possível  aumentar a produtividade, melhorar a qualidade e segurança dos alimentos, fatores importantes para a etapa de comercialização.

 

Como implementar na sua fazenda?

 

A rastreabilidade alimentar vai além de uma obrigatoriedade legal, mas sim uma relação de transparência e confiança entre produtores e consumidores. Veja as principais dicas para implementar a rastreabilidade no seu negócio rural:

  • Classifique os produtos

O processo de rastreabilidade dos alimentos começa na  classificação, que separa os produtos de acordo com as suas características. Dentro da fazenda, esse processo é importante para facilitar a gestão de estoque e também a identificação do lote, por exemplo.

Com a codificação adotada pelo empreendimento rural, o produto poderá seguir para o armazenamento e distribuição.

  • Mantenha um histórico de matéria-prima

Para que as informações disponibilizadas sejam precisas, é importante que o produtor rural mantenha um histórico dos recursos utilizados na safra, como a data de recebimento, procedência, quantidade e respectivos lotes e detalhes do fornecedor. Recebeu algo danificado ou fora do padrão? Você deve registrar essas informações também!

  • Detalhe sua produção

Assim como é importante manter o histórico dos produtos que chegam e que serão utilizados na fazenda, é essencial também manter um registro da sua produção. Nele, você deve colocar os insumos utilizados e seus lotes, o dia da produção, lote do alimento, a quantidade produzida e outras informações pertinentes para os seus consumidores.

  • Planejando a destinação do alimento

Agora que o seu alimento já possui todas as informações de produção e processamento, está na hora de se preocupar com o transporte, ou seja, para onde seus produtos serão distribuídos? Essa etapa também é necessária e precisa ser planejada para que o transporte seja eficaz e não ocorra perdas.

 

Por isso, informações como o lugar de destino, os lotes transportados, a descrição dos produtos vendidos e informações do comprador devem constar no seu plano de rastreabilidade.

 

Podemos perceber que a rastreabilidade de alimentos é essencial para preservar a segurança dos consumidores e estabelecer confiança entre quem produz e quem vende, instaurando boas práticas que monitoram a cadeia de alimentos e captam informações mais precisas.

 

Quer saber mais  dicas e conteúdos sobre o agronegócio brasileiro? Acompanhe nosso  blog e siga nossas redes sociais: Instagram e Facebook.

 

Por Thais Rodrigues*

*Estagiária sob supervisão de Isabela Azi*

 

 

FONTES:

 

TOTVS – https://www.totvs.com/blog/ 

Ifope – https://blog.ifope.com.br/ 

GS1 – https://blog.gs1br.org/ 

Food Connection – https://www.foodconnection.com.br/ 

 

Mais Artigos

CREDITO RURAL

CRÉDITO RURAL: CONHEÇA OS BENEFÍCIOS E MUDANÇAS

O crédito rural é um financiamento concedido pelo Governo Federal para auxiliar os produtores rurais nas atividades do campo. Saiba quais são os benefícios e mudanças que ocorreram. No campo, os processos que envolvem as

COMO AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS AFETAM A AGRICULTURA?

O clima é um dos fatores que contribuiu  para uma boa produção. Por isso, as condições climáticas, quando não são favoráveis, podem impactar negativamente na colheita. Saiba mais!   A agricultura é um setor em

Envie sua Mensagem

Cadastre para receber nossos conteúdos

CONTATO

Rodovia de Acesso a BR 354
KM 0,1
CEP: 38840-000
+55 (34) 3851-6000
contato@cerradocase.com.br

Avenida Bartolomeu de Paiva, 821
Bairro: São Benedito
CEP: 38950-000
+55 (34) 3631-3035
contato@cerradocase.com.br

Rodovia 251, 6300
Bairro: Chácara Recanto dos Araças
CEP: 39404-128
+55 (38) 3215-7173
contato@cerradocase.com.br

Rod. Br 262, Km 481,80
CEP: 35600-000
+55 (37) 3522-7575
contato@cerradocase.com.br