BLOG | CERRADO

Quais os benefícios da irrigação inteligente para a fazenda?

irrigação inteligente

O consumo de água nas fazendas pode gerar grandes custos se não for controlado corretamente. Por isso, uma alternativa eficiente para a gestão desse recurso é a irrigação inteligente, que disponibiliza água na quantidade ideal para o cultivo. Mas como essa técnica tem ajudado os produtores rurais? Veja, neste texto, benefícios e como adotá-la na sua fazenda!

 

A irrigação da plantação, quando feita de forma adequada, é uma das práticas agrícolas que mais contribui para a produtividade da lavoura. Contudo, a irrigação também pode se tornar um gargalo para fazendas que não sabem realizá-la adequadamente, principalmente pelo volume de água utilizado e pelo desperdício.

 

Fazer o manejo da irrigação pode ser uma tarefa complexa para alguns negócios rurais, mas é o adequado para gerar economia e empregar o recurso de forma inteligente. Uma das maneiras de utilização otimizada do recurso é pela irrigação inteligente.

 

Com a combinação de técnicas agrícolas e o emprego da tecnologia, já é possível ter uma produção mais moderna e sustentável, principalmente em relação ao consumo de água, que é um recurso finito. Com essa junção, pode-se ter um controle maior e mais preciso do manejo hídrico da sua fazenda.

 

Mas como a irrigação inteligente tem contribuído para as fazendas? E por que é importante e estratégico investir em tecnologia também para a irrigação da lavoura? Neste artigo, você entenderá melhor sobre a irrigação inteligente, seus benefícios, como a tecnologia possibilita o implemento do manejo assertivo da água e porque investir nesta técnica.

 

Afinal, o que é o método de irrigação inteligente?

 

Você com certeza sabe os custos que o consumo de água pode trazer para o negócio rural, a importância e o retorno que esse recurso traz para a fazenda. Mas e se você pudesse tornar o consumo de água da plantação mais otimizado e ainda gerar economia?

 

Essa é a principal proposta da irrigação inteligente, uma técnica de manejo hídrico que fornece água para a plantação em pequenos volumes, de maneira precisa e localizada. Dessa forma, a cultura tem água no volume e tempo corretos, o que elimina o risco de os nutrientes serem varridos por conta do excesso.

 

O principal objetivo da irrigação inteligente é utilizar a mesma quantidade de recurso, mas melhorar a forma de distribuição, de acordo com as necessidades hídricas da planta, considerando também condições climáticas e densidade populacional por hectare.

 

A irrigação inteligente também pode ser combinada com a distribuição de nutrientes e fertilizantes para a cultura, bem como outros produtos químicos. Trata-se de uma técnica que pode ser estratégica tanto para pequenos fazendeiros, quanto para grandes produtores rurais.

 

Mas você conhece quais os verdadeiros benefícios e por que investir na irrigação inteligente para conseguir fazer um bom manejo hídrico na sua fazenda? No próximo tópico, você confere porque pode ser estratégico aplicar a irrigação inteligente na sua propriedade.

 

Qual a importância da irrigação inteligente para as fazendas?

 

Você sabia que apenas 15% da área cultivada no Brasil utiliza a irrigação inteligente com o apoio da tecnologia? Este número, apesar de reduzido, é também responsável por fornecer cerca de 40% dos alimentos produzidos nacionalmente.

 

Esse dado revela a necessidade de maiores investimentos em irrigação de qualidade, de forma a contribuir para sistemas produtivos mais sustentáveis e rentáveis. Mas como de fato a irrigação inteligente pode contribuir para a produtividade e economia da fazenda? Veja abaixo:

  • Economia no consumo de água

Qual produtor rural não quer economizar em sua fazenda, não é mesmo? Afinal, o aumento de custos da produção agrícola significa menor margem de lucro para o empreendedor do campo.

 

Somado a isso, há também o alto consumo de água, que ainda é um desafio em muitas fazendas. Por sua vez, com o sistema de irrigação inteligente, o produtor consegue fornecer água no volume ideal e tempo certo, de forma muito mais precisa e localizada, como você viu anteriormente.

 

Assim, avaliando as demandas hídricas da cultura, é fornecido justamente o necessário, sem desperdícios ou restrições. Essa economia no consumo também se reflete nos gastos com a cultura, pagos pelo produtor, gerando uma economia significativa ao final.

  • Diminuição de desperdício no consumo

Você sabe quais são as necessidades hídricas da sua plantação? Qual o volume de água consumido atualmente na lavoura ou quais são os períodos de irrigação?

 

Se você desconhece essas respostas, é preciso observar bem, pois é muito provável que esteja ocorrendo desperdício em suas plantações.

 

Esse desperdício pode causar prejuízos financeiros e impactar a plantação. Afinal, solos muito encharcados e água em excesso não fazem bem à cultura. Por isso, a melhor maneira de evitar o desperdício é fazer o manejo hídrico corretamente.

  • Produtividade aliada à tecnologia

A irrigação nas fazendas é um campo que pode ser muito bem explorado com a tecnologia, por mais que já existam muitas técnicas de distribuição de água na lavoura. Com o emprego da tecnologia, muitos projetos de irrigação inteligente estão sendo viabilizados.

 

Aliando produtividade à tecnologia é possível aplicar pequenos volumes de água, em intervalos determinados de tempo e respeitando a demanda hídrica da cultura. Além também de garantir uma aplicação mais uniforme no hectare, evitando que algumas áreas sejam mais irrigadas enquanto outras menos.

 

Com o avanço da tecnologia também torna-se viável automatizar essa demanda, programando os períodos certos e aplicando o embasamento técnico para a realização, aumentando ainda mais a produtividade.

  • A irrigação como transporte para nutrientes

Você já ouviu falar da fertirrigação? É uma técnica que proporciona uma maior penetrabilidade de produtos aplicados nas plantas e também uma melhor distribuição em toda área plantada. Dessa forma, é possível fazer tanto o manejo hídrico, quanto o manejo do solo na fazenda.

 

Essa técnica é feita por meio de uma solução líquida, em que o produto é diluído e assim distribuído de uma maneira facilitada. O melhor é que esse processo não gera nenhum custo adicional para o produtor, já que se utiliza o próprio sistema de irrigação, mas com o benefício de facilitar a absorção pelo sistema radicular das plantas.

 

Com isso, em simultâneo, é possível promover o desenvolvimento sustentável e saudável do cultivo, tratar as carências nutricionais do solo e, consequentemente, da cultura.

Como a tecnologia tem facilitado o emprego da irrigação inteligente nas fazendas?

 

Como você viu no tópico anterior, a tecnologia tem contribuído muito para superar os desafios do agro e na irrigação não seria diferente, principalmente com foco no consumo de água e o seu desperdício. Fato é que a irrigação inteligente tem evoluído muito nos últimos anos.

 

Os sensores de umidade e meteorológicos, por exemplo, começaram a ser inseridos no início da irrigação inteligente e hoje já é possível encontrar sistemas totalmente remotos, por meio da aplicação de internet das coisas (IoT), que permite conectar equipamentos, objetos, drones e também a telemetria.

 

Com os sistemas automatizados, os produtores rurais conseguem monitorar à distância e também fazer toda a programação da irrigação. Além disso, com um sistema integrado de softwares é possível coletar dados sobre a irrigação e também fazer ajustes com base nas informações.

 

Um potencial que pode ser explorado pelos sistemas de irrigação inteligente está em regiões de escassez de água, em que os produtores rurais precisam realizar uma irrigação ainda mais otimizada, visto a falta de água.

 

Contudo, a aquisição de equipamentos e softwares pode ser uma das barreiras para a difusão dos sistemas de irrigação inteligente devido ao seu alto investimento. Em contraponto, o retorno que esse sistema pode trazer é bastante positivo a médio e longo prazo.

Como começar a investir na irrigação inteligente?

 

O sistema de irrigação inteligente precisa ser bem projetado para que traga o retorno esperado, uma vez que sua aquisição tem um alto valor. E, antes de começar a investir em softwares e equipamentos, é preciso entender o histórico da sua região, da fazenda e também as culturas trabalhadas.

 

A Embrapa Instrumentação aponta como começar a implementar a irrigação inteligente na sua fazenda:

  • Volume de água ao longo do ano: existem regiões com grande oferta de água ao longo de todo o ano, enquanto outras vivem períodos de escassez mais severas. É preciso entender melhor a oferta de água da sua região.


  • Regime de chuvas: a sua região passa por longos períodos de chuvas ou é o contrário? Qual período costuma ser chuvoso na sua região e até quando se estende? Essas informações são importantes para entender a necessidade e planejar como ocorrerá a utilização do sistema de irrigação inteligente.


  • Especificidades hídricas da cultura: você sabe quais são as necessidades hídricas do cultivo e se elas estão sendo atendidas? É preciso entender o volume e também os períodos de irrigação.

Com essas informações, é possível investir em um sistema de irrigação inteligente que faça sentido para o seu negócio rural e atenda também a lavoura.

 

Conclusão

 

Fazer a irrigação da sua lavoura é importante para elevar a produtividade do cultivo, mas é preciso fazer isso de forma a reduzir o desperdício e otimizar o consumo de água, como é o caso da aplicação da irrigação inteligente.

 

Neste texto, você conferiu porque investir no sistema de irrigação inteligente na sua fazenda e as principais vantagens desse sistema para a lavoura, para o negócio rural e também para o meio ambiente. Além disso, viu como a tecnologia tem facilitado essa aplicação e o que considerar para começar a investir na irrigação inteligente.

 

Para continuar por dentro dos principais temas e assuntos do agronegócio brasileiro e como aumentar os resultados da sua fazenda, não deixe de seguir a Cerrado no Instagram, Facebook e YouTube. Assim, você recebe conteúdos relevantes sobre máquinas agrícolas, gestão do negócio rural, comercialização e muito mais!

 

FONTES:

Aegro – https://blog.aegro.com.br/

Agrishow – https://digital.agrishow.com.br/

Summit Agro – https://summitagro.estadao.com.br/

Irrigat – https://irrigat.com.br/

 

Mais Artigos

Qual a previsão para o mercado do milho em 2024?

 As previsões para o mercado do milho desempenham um papel crucial na tomada de decisões dos produtores agrícolas. É preciso estar atento a notícias, informações e estudos para conseguir aproveitar oportunidades e ultrapassar desafios. Mas

Envie sua Mensagem

Cadastre para receber nossos conteúdos

CONTATO

Rodovia de Acesso a BR 354
KM 0,1
CEP: 38840-000
+55 (34) 3851-6000
contato@cerradocase.com.br

Avenida Bartolomeu de Paiva, 821
Bairro: São Benedito
CEP: 38950-000
+55 (34) 3631-3035
contato@cerradocase.com.br

Rodovia 251, 6300
Bairro: Chácara Recanto dos Araças
CEP: 39404-128
+55 (38) 3215-7173
contato@cerradocase.com.br

Rod. Br 262, Km 481,80
CEP: 35600-000
+55 (37) 3522-7575
contato@cerradocase.com.br