BLOG | CERRADO

Por que começar a investir em insumos biológicos na lavoura?

O uso de insumos biológicos já é uma realidade no campo e a perspectiva é que esse mercado cresça ainda mais, tendo o Brasil como principal consumidor. Os insumos biológicos ganham destaque por conta de suas aplicações na agricultura e a perspectiva de aumentar a produtividade a partir de uma cadeia produtiva mais sustentável. Saiba mais!

 

Não é de hoje que a preocupação com a produção de alimentos e o seu alinhamento com um menor impacto para a fauna e flora tem modificado a dinâmica dentro das fazendas. Dessa forma, a busca por um sistema de produção com menor impacto ambiental tem sido estimulada.

 

Nesse cenário, surgem também novos avanços na tecnologia e ciência, capazes de transformar o material vegetal, orgânico e microbiano em importantes insumos para as lavouras, os chamados insumos biológicos. E como eles têm sido absorvidos na cadeia produtiva?

 

Além de contribuir para a fertilidade do solo, eles são também incorporados no controle e manejo de patógenos, como os biodefensivos. Essas formas de emprego dos insumos biológicos contribuem particularmente para a redução de custos na lavoura e menor dependência de insumos sintéticos, que são importados.

 

No ponto de vista econômico, é um mercado que também não para de crescer, atraindo bilhões de reais e mais investimentos em pesquisa. Mas por que o produtor rural precisa conhecer os insumos biológicos e como eles podem ser estratégicos para o negócio rural?

 

No texto a seguir, você entenderá sobre as aplicações dos insumos agrícolas no campo e os seus benefícios para as lavouras, além dos desafios para o seu emprego na agricultura.

 

Como são feitos os insumos biológicos?

 

O emprego dos insumos biológicos na fazenda não é recente. Na verdade, desde 1980, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) investe em pesquisas de bioinsumos. Em resumo, os insumos biológicos são feitos a partir de materiais orgânicos, naturais ou de microrganismos.

 

Seu emprego na agricultura vai desde a produtos fitoterápicos e inoculantes, ou seja, voltados para diversos tipos de necessidade da lavoura. O Brasil, desde 2020, possui seu Programa Nacional de Bioinsumos, que contribui com a produção nacional de insumos biológicos no País.

 

Esses investimentos são um crescimento significativo para um mercado que ainda é pequeno no Brasil comparado com a utilização de produtos químicos. Além disso, correspondem a uma mudança na dinâmica agrícola.

 

Essa alteração tem o objetivo de suprir a demanda mundial de alimentos, manter o crescimento econômico e olhar principalmente para a preservação dos recursos naturais.

 

Quais os tipos de insumos agrícolas existentes no mercado?

 

Como você viu no tópico anterior, o investimento em insumos agrícolas permite que as pesquisas avancem e novos produtos cheguem ao campo, formando uma grande gama de soluções que podem ser aplicadas na fazenda para diferentes fins. Confira alguns deles abaixo:

  • Captura de nutrientes

Os inoculantes biológicos são capazes de contribuir para o desenvolvimento da planta, pois intensificam o processo de fixação do nitrogênio. Esse processo é natural, bem como o de outros nutrientes.

  • Melhoria de fertilidade

A fertilidade do solo bem como a sua composição também são fatores decisivos para o desenvolvimento de uma cultura. Nesse sentido, o uso de biofertilizantes, além de trazer melhorias na composição do solo, ainda auxilia no fornecimento de uma complexa composição de nutrientes essenciais para a cultura.

  • Agentes de controle de patógeno

Outro emprego bem comum dos insumos biológicos no campo são como agentes de controle de patógenos, principalmente de pragas e doenças. Com isso, eles atuam como predadores naturais ou inimigos. Outra forma são como defensivos agrícolas.

  • Aumento do desempenho das plantas

O desenvolvimento saudável das plantas é essencial para uma lavoura mais produtiva, mas é dependente de diversos fatores ao longo do processo produtivo. Dessa forma, é possível melhorar o desenvolvimento das plantas a partir do uso dos bioestimulantes, que proporcionam a melhora do desempenho do cultivo.

 

Diante dessas diferentes aplicações, é possível ter uma dimensão dos benefícios do emprego dos insumos biológicos nas fazendas. Mas você sabe quais as vantagens práticas para o negócio rural? Venha conhecer agora!

 

Quais os benefícios do uso de insumos agrícolas para os negócios rurais?

 

Para além dos benefícios ao cultivo, o negócio rural também se beneficia com o emprego de insumos biológicos no campo. Entre esses benefícios estão:

  • Rentabilidade da atividade

Com a promoção da produtividade, melhorias no solo e estímulo ao desenvolvimento sustentável do cultivo, o negócio rural também tem um aumento da sua rentabilidade, principalmente pelos diversos efeitos associados ao uso dos biológicos no campo.

 

Esse é um importante passo para o negócio aumentar a sua produção, visando também crescimento sustentável.

  • Menor dependência na aquisição de produtos químicos

Grande parte dos insumos químicos utilizados no campo são importados. Cerca de 70% do consumo brasileiro advém do mercado externo, conforme dados da consultoria Cogo. Apenas fertilizantes e adubos químicos representam 23% desse total.

 

Esse cenário de alta dependência não é vantajoso para os produtores rurais que necessitam desses insumos. Isso porque eles tornam-se reféns dos preços externos e também da situação política internacional.

 

Em contrapartida, o Brasil é um dos grandes destaques na produção de bioinsumos. Por exemplo, na safra 21/22 os investimentos nesse mercado chegaram a R$ 1,7 bilhão, conforme dados da consultoria Spark Inteligência Estratégica. Globalmente, o montante movimentado foi de cerca de US$ 6,51 bilhões, com projeção de alcançar até 2029 os US$ 18,15 bilhões, conforme ressalta o levantamento feito pela Fortune Business Insights.

 

Esses números apenas mostram a relevância dos insumos biológicos para as fazendas e uma direção importante para que o Brasil diminua essa dependência por insumos externos e avance ainda mais no manejo sustentável.

  • Retorno sobre o investimento

Quando se fala em investimentos para a safra, o produtor rural precisa saber muito bem onde aplicar o seu dinheiro. Afinal, o que ele está investindo agora precisa trazer algum retorno no final do processo produtivo.

 

E quando se fala de investimento em insumos biológicos, a redução de custos, ganhos em produtividade e maior eficiência no processo produtivo são alguns dos retornos gerados para o produtor e a sua lavoura.

  • Mais qualidade na mesa do consumidor

Por se tratar de insumos feitos a partir de materiais orgânicos, vegetais ou microrganismos, os riscos de contaminação, tanto do meio ambiente, quanto dos próprios alimentos, são bem reduzidos. Isso significa aumentar também a qualidade do alimento que chega ao consumidor final.

 

A baixa toxicidade também é um fator que contribui para a segurança alimentar e principalmente para a segurança dos processos feitos na fazenda.

  • Produtos que aliam ciência e tecnologia

Até serem comercializados, os insumos biológicos passam por testes e pesquisas com alto investimento, bem como precisam de registro do produto junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Ou seja, são meses ou até anos de pesquisa em formulações até chegar no ativo seguro e eficaz.

 

Cada etapa até o produto final agrega tecnologia e ciência, o que também torna sua utilização mais segura para o produtor e também para os consumidores.

 

Apesar do emprego dos insumos biológicos proporcionar grandes benefícios para os negócios rurais e a lavoura, sendo um mercado ainda em expansão, não se pode esquecer que também há desafios. Veja mais no próximo tópico.

 

Quais os desafios na aplicação de insumos biológicos no campo?

 

Apesar do mercado de insumos biológicos estar em rápida expansão, ainda existem desafios importantes que precisam ser superados para que o Brasil se destaque ainda mais no cenário global em relação à produção de alimentos de forma sustentável. Entre esses desafios estão:

  • Maior expansão do uso de insumos biológicos

Atualmente, pouco mais de 28% da área nacional destinada para plantação de soja, 52% de cana-de-açúcar, 26% de milho safrinha e 64% de algodão são tratados com insumos biológicos. Contudo, ainda é possível expandir a utilização no campo.

 

A principal barreira é a falta de informação, que faz com que os produtores rurais passem a optar por produtos químicos. Dessa forma, há uma necessidade do produtor se atualizar.

  • Clima brasileiro

Sim, o clima do Brasil, devido a sua extensão, pode apresentar ampla variação e isso também é um desafio para o emprego dos insumos biológicos. Por isso, antes da aplicação na lavoura, é preciso entender a formulação do insumo, ou seja, a sua base, e como este produto irá reagir.

 

Conclusão

 

O uso de insumos biológicos pode ser muito estratégico para o produtor rural, principalmente pela diversidade de produtos que podem ser empregados durante o processo para ganhos de produtividade, sustentabilidade e manejo eficiente dos patógenos.

 

O emprego de insumos biológicos também pode ser um grande aliado da utilização de produtos químicos, potencializando o tratamento da lavoura.

 

Entendeu como os insumos biológicos podem ser benéficos para a lavoura? Então, acesse mais conteúdos como este pelo Instagram, Facebook e YouTube da Cerrado.

 

 

FONTES:

Aegro – https://blog.aegro.com.br/ 

Embrapa – https://www.embrapa.br/ 

Agriq – https://agriq.com.br/ 

Terra Magna – https://terramagna.com.br/

Mais Artigos

Qual a previsão para o mercado do milho em 2024?

 As previsões para o mercado do milho desempenham um papel crucial na tomada de decisões dos produtores agrícolas. É preciso estar atento a notícias, informações e estudos para conseguir aproveitar oportunidades e ultrapassar desafios. Mas

Envie sua Mensagem

Cadastre para receber nossos conteúdos

CONTATO

Rodovia de Acesso a BR 354
KM 0,1
CEP: 38840-000
+55 (34) 3851-6000
contato@cerradocase.com.br

Avenida Bartolomeu de Paiva, 821
Bairro: São Benedito
CEP: 38950-000
+55 (34) 3631-3035
contato@cerradocase.com.br

Rodovia 251, 6300
Bairro: Chácara Recanto dos Araças
CEP: 39404-128
+55 (38) 3215-7173
contato@cerradocase.com.br

Rod. Br 262, Km 481,80
CEP: 35600-000
+55 (37) 3522-7575
contato@cerradocase.com.br